Teoria Geral da Administração e os Processos de Gestão dos Recursos na Área Pública

Autores

  • Wagner Dal Medico Graduado em Economia, Contabilidade e Administração. Mestre em Administração. Funcionário Público, desde 1976, exerceu vários cargos e funções de direção no TCMSP. Assessor de Gabinete na Escola de Contas do TCMSP desde 2012.

DOI:

https://doi.org/10.61681/revistasimetria.v1i1.88

Palavras-chave:

Gestão Pública, Processo de Gestão na Área Pública, Instrumentos de Gestão na Área Pública

Resumo

O presente artigo apresenta algumas reflexões sobre o processo de gestão na área pública, tendo por base os princípios de economia e de administração encontrados na teoria econômica e na teoria geral de administração, que indicam as principais características de um bom processo de gestão. A partir desses princípios é feita uma análise comparativa com os instrumentos de gestão encontrados na legislação que regulamentam o processo de gestão na área pública. O artigo demonstra que, não obstante os instrumentos de gestão se encontrem em constante aperfeiçoamento, a legislação prescreve todos os instrumentos de gerenciamento indicados pela teoria econômica e teoria geral administrativa, de modo a garantir a eficiência, eficácia e efetividades dos processos de gestão na área pública, se aplicados adequadamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BATEMAN, Thomas S.; SNELL, Scott A. Administração - Construindo Vantagem Competitiva, São Paulo: Atlas,1998.

BLUMEN, Abrão; MONTEIRO, Izabel C.L.;SILVA, Moacir M.; SILVA, Valmir Leôncio;MÉDICO, Wagner Dal. Guia Municipal deAdministração Pública, São Paulo : EditoraNDJ, 2006.

CATELLI, Armando. Controladoria. UmaAbordagem da Gestão Econômica; 8ª ed., SãoPaulo: Editora Atlas, 2001.

CAMPOS, Vicente Falconi. TQC - Controle daQualidade Total; 8ª ed.; Belo Horizonte : Editora Desenvolvimento Gerencial; 1999.

_______________________. Gerenciamentoda Rotina do Trabalho do Dia a Dia. 2ª ed.;Belo Horizonte: QFCO; 1996.

CHIAVENATTO, Idalberto. Teoria Geral daAdministração. 2ª ed. Rio de Janeiro : EditoraCampus; 2000.

DRUCKER, Peter F. Introdução à Administração. São Paulo: Pioneira Thomson; 1998.

MAXIMINIANO, Antonio Cesar Amaru. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Editora Atlas, 2009.

MEDICO, Wagner Dal. Os Programas deQualidade e o Comportamento Organizacional de uma Organização de Serviços Públicos na Cidade de São Paulo. São Paulo:Universidade São Marcos; 2002; p. 153; (Dissertação de Mestrado).

REZENDE, Fernando. Finanças Públicas.

2ª ed., São Paulo: Atlas, 2001.

RIBEIRO, Haroldo. 5S - A Base para a Qualidade Total. Salvador : Casa da Qualidade; 1994.

SLOMSKI, Valmor. Manual de ContabilidadePública: um Enfoque na Contabilidade Municipal, de acordo com a Lei da ResponsabilidadeFiscal. 2ª ed., São Paulo: Atlas, 2003.

________________. Controladoria e Governança na Gestão Pública. 1ª ed., São Paulo:Atlas, 2005.

TROSTER, Roberto Luiz, MOCHÓN, Francisco. Introdução à Economia. Edição Revistae Ampliada, São Paulo: Makron Books, 1999.

Lei Federal Nº 4320 de 17 de março de 1964Constituição Federal de 05 de outubro de 1988.

Lei Complementar Nº 101, de 04 de maio de2000.

Downloads

Publicado

01/04/2016

Como Citar

Dal Medico, W. . (2016). Teoria Geral da Administração e os Processos de Gestão dos Recursos na Área Pública. Revista Simetria Da Escola Superior De Gestão E Contas Do TCMSP, 1(1), 18–31. https://doi.org/10.61681/revistasimetria.v1i1.88

Edição

Seção

Políticas Públicas

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.